Banner Top 202004

DEPOIS DE MUDANÇAS NA PF AÉCIO NEVES É INDICIADO POR CRIMES

DEPOIS DE MUDANÇAS NA PF AÉCIO NEVES É INDICIADO POR CRIMES
Polícia Federal em Minas Gerais indiciou, nesta quinta-feira (7), o ex-governador e atual deputado estadual, Aécio Neves, por corrupção passiva e ativa, desvio de recursos públicos e falsidade ideológica.

Os crimes teriam sido cometidos durante a construção da Cidade Administrativa, sede do governo do estado, em Belo Horizonte, entre 2007 e 2010. Segundo o relatório da PF, o processo foi dirigido para que um grupo de empreiteiras vencesse a licitação.

Há, ainda, indícios de contratações fictícias, cujas prestações de serviços não foram executadas na obra. A investigação apontou que o prejuízo aos cofres públicos totalizaram quase R$ 747 milhões.

Em delação premiada no fim de 2016, o ex-diretor superintendente da Odebrecht em Minas, Sérgio Neves, denunciou um suposto esquema de desvio de dinheiro durante as obras do Complexo.

Segundo o delator, o então presidente da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais, Oswaldo Borges, determinou que 3% de um contrato com a Odebrecht, Queiroz Galvão e OAS iriam para Aécio Neves para futuras campanhas políticas. O contrato era de R$ 360 milhões.

LEIA TAMBÉM: LULA CONTINUA CONDENADO

Postar um comentário

0 Comentários