Banner Top 202004

A FACADA EM BOLSONARO TEVE UM MANDANTE INTELECTUAL? MORO "SUSPEITA" QUE SIM

FOTO: REVISTA VEJA -

Sérgio Moro fez muito pouco para descobrir o mandante, ele confessou à revista Veja que Adélio Bispo pode ter agido a mando de outras pessoas.


Na entrevista, Moro ainda foi questionado sobre a investigação a respeito da facada recebida pelo presidente na campanha eleitoral de 2018. Segundo o ex-juiz, “existe uma forte suspeita de que o Adélio (o autor da facada recentemente absolvido pela Justiça) tenha agido a mando de outra pessoa". 

"A Polícia Federal fez a investigação, mas pende para o final da investigação um pedido de exame do aparelho celular de um advogado do Adélio. A polícia buscou esse acesso, e isso foi obstado pelas Cortes de Justiça, e ainda não há uma decisão definitiva. A suspeita de que pode existir um mandante intelectual do crime não pode ser descartada. Enquanto não se tem a conclusão da investigação, não se pode ter um juízo definitivo", defendeu Moro.

Agora que está fora do governo é fácil falar. Mas quando era o ministro da Justiça, pouco fez para ajudar a desvendar o caso.

Ele botou a culpa na Justiça, que não quis quebrar o sigilo telefônico de um advogado que representa Adélio Bispo.

No entanto, poderia ter feito mais para encontrar o mandante do atentado, mas se omitiu. A pergunta que não calar: Quem mandou matar Bolsonaro?

LEIA TAMBÉMDECISÃO DE ALEXANDRE DE MORAES IMPEDIRIA A SUA PRÓPRIA INDICAÇÃO AO STF

Postar um comentário

0 Comentários