CLDF

METRÔ-DF DESINFECTA TRENS POR CAUSA DO CORONAVÍRUS

Mesmo com o fluxo  reduzido de passageiros nos trens do Metrô de Brasília, devido ao decreto do governador Ibaneis Rocha (MDB) que suspendeu as aulas na rede de ensino e eventos com aglomerados acima de 100 pessoas até segunda-feira, o sistema Metrô funcionou sem nenhuma interferência. 

Discrição para evitar pânico 

As ações mais notadas, mesmo que extraoficialmente, já que a empresa apenas diz que estuda medidas para evitar o COVID-19, o fato da  empresa terceirizada de conservação e limpeza ter alterado alguns  dos procedimentos de higiene  de trens e instalações da Companhia.

Foi orientado que mensagens e dicas de saúde fossem lidas no sistema de som do Metrô no sentido de educação dos usuários. 

Educação e uso do álcool  

É possível se deparar com meia dúzia de funcionários limpando e desifectando o interior dos trens nas estações terminais: Central, Samambaia e Ceilândia, com álcool em gel.

O DF Mobilidade obteve informação de que está sendo feita a desinfecção preventiva nos pátios e estacionamentos, preliminarmente, antes dos trens e serem colocados para circulação.

Postar um comentário

0 Comentários