BRB

TV CULTURA NEGA "PITACO" DE GLENN SOBRE RODA VIVA COM SÉRGIO MORO


FOTO;DIVULGAÇÃO


Emissora afirmou que não aceita sugestões para a escolha da bancada do programa


A participação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, no programa Roda Viva, da TV Cultura, gerou algumas polêmicas. Na terça-feira (14), o jornalista Glenn Greenwald abriu um debate sobre a presença de profissionais do The Intercept Brasil no programa. Nesta quarta-feira (15), a direção da atração rebateu a declaração e disse que a escolha é feita pela TV Cultura.
Moro será o entrevistado da próxima segunda-feira (20). O programa será a estreia da nova apresentadora, Vera Magalhães. Ao saber que o ministro estaria no Roda Viva, Greenwald fez uma provocação em suas redes sociais.
– Seria indesculpável e um tanto covarde para o Roda Viva permitir que Sergio Moro aparecesse sem colocar um jornalista do The Intercept Brasil no painel para participar da discussão – escreveu.
Em entrevista ao colunista Mauricio Stycer, do portal Uol, o diretor de jornalismo da TV Cultura, Leão Serva, disse que a publicação de Glenn Greenwald foi indelicada e que não aceita sugestões de ninguém sobre a bancada do Roda Viva.
– A escolha do entrevistado e dos entrevistadores é feita pela TV Cultura. Não pedimos sugestões nem submetemos a bancada ao entrevistado. Alguns já fizeram sugestões, mas nenhuma foi acatada – apontou.
Nesta quarta, a emissora divulgou os profissionais que irão participar da atração: Alan Gripp, de O Globo; Leandro Colon, da Folha; Andreza Matais, do Estadão; Malu Gaspar, da Piauí; e Felipe Moura Brasil, da Jovem Pan.
De acordo com o site, a escolha da bancada é feita durante uma reunião com o editor-chefe do Roda Vida, Carlos Taquari; a apresentadora Vera Magalhães; o diretor de jornalismo, Leão Serva; o presidente da TV Cultura, José Roberto Maluf; e o vice-presidente, Carlito Camargo.

Postar um comentário

0 Comentários