BRB

'UM ANO EM RITMO ACELERADO" DIZ PRUDENTE SOBRE A PRODUÇÃO NO LEGISLATIVO DO DF

foto: Tudo OK
Rafael Prudente "A gente tá aqui e a gente tem que dá resultado e por onde passei minha missão era dá resultado e eu tento implementar isso aqui"


308 projetos de lei foram aprovados no ano de 2019, número recorde se comparado a outros anos legislativos

Em entrevista ao DFMobilidade, durante coletiva a Associação de Blogueiros de Política do DF e Entorno (ABBP), o presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), Rafael Prudente (MDB), fez um balanço dos trabalhos legislativos no período. Ele falou sobre as principais ações da Câmara Legislativa no DF em 2019. Segundo ele, todos os projetos relevantes foram votados, ficando para o próximo ano apenas aqueles que não trazem prejuízos para a população ou que não tiveram o consenso necessário para a aprovação.
“Falaram que a gente iria gastar dinheiro para comprar carro, com cercadinho. Tudo aquilo que não era efetiva mente necessário para o bom funcionamento desta Casa, não tocamos para frente. Nós viramos o ano sem pendencia nenhuma"

Economia de 46 milhões

A implantação de um programa de austeridade nos gastos que permitiu uma economia de 46 milhões de reais. Esses recursos foram devolvidos aos cofres do GDF para investimentos na área de saúde a principal preocupação de qualquer político no Brasil, segundo Prudente
. Além disso, ainda destacou a implantação do sistema eletrônico de informações (SEI) e do sistema de ponto eletrônico para os servidores da casa.
 “Não gastamos com nada supérfluo”, acrescentou ele.
O ponto eletrônico instalado na CLDF foi mais uma ação voltada para dar mais transparência para a população. Evitando-se, assim, “matérias negativas de supostos funcionários fantasmas aqui”. Aliado a isso, será implantado também o painel eletrônico de votações. “Transparência maior por meio do telão”, afirma Rafael.
Uma pendência para ser quitada pela CLDF foi detectada pela gestão de Prudente no valor de aproximadamente R$ 34 milhões. Uma dívida de legislaturas anteriores que não pagaram, mas que “a gente passou a pagar que é a contribuição patronal”.
foto:ABBP
“E mesmo assim, com os investimentos feitos, com a implementação do Programa de Serviço Eletrônico de Informação (SEI), foram devolvidos para a reserva de contingência do GDF R$ 46 milhões para fazer aplicação em saúde, segurança, educação, transporte e infraestrutura. De forma inédita foram remetidos R$ 25 milhões no mês de setembro e agora mais R$ 21 milhões, que seguirão, até o final dessa semana, para o GDF. “Fruto da economia, que nós fizemos aqui com da austeridade nas questões internas da Câmara”, pontuou Prudente.

EMPREGO

Prudente destacou também que uma das maiores demandas nos gabinetes dos parlamentares era a procura de emprego. A pauta de colocação profissional foi solucionada com a instalação de uma agência do trabalhador, da Secretaria do Trabalho do DF, nas dependências da própria Câmara Legislativa.

CÂMARA MAIS PERTO DE VOCÊ

Durante a sua gestão houve uma restruturação do Programa Câmara mais perto de você. A ideia é dar uma estrutura descente para receber as pessoas, outro ponto importante destacado por ele é que o Câmara mais perto de você.
 “deixou de ser apenas uma ouvidoria itinerante.”
O projeto funciona da seguinte forma: a CLDF vai a cidade por dois dias, “no primeiro dia ouvimos a população, no segundo, secretários e autoridades são ouvidas e dão prazo para a solução das demandas apresentadas, nosso objetivo é dar voz as pessoas com algo entregue a elas”, reforça Prudente.
foto:ABBP

Sobre avaliação da Câmara Legislativa

O Deputado revelou que em pesquisa interna de avaliação da Câmara a maior avaliação positiva foi de 14% até 2018 e na gestão do último período, ou seja em 2019 esse porcentual dobrou e passou para 28%  em avaliação positiva.
Já o índice de rejeição era  46% até o fim do ano passado e desde então  23% é o percentual de rejeição, pela população, da Câmara Legislativa. 
“Estamos em uma curva boa. Tínhamos 46% de rejeição agora temos 26%. Fico feliz por ser essa melhora fruto de um trabalho cada vez mais próximo da sociedade”

Melhoria na Comunicação

O presidente mais jovem (5 de novembro de 1983) de toda história da CLDF destacou a necessidade de melhorar comunicação da instituição com a sociedade e relatou as diversas mudanças para o ano de 2020: A mudança do site oficial, mais dialogo com jornalistas e blogueiros, a abertura de licitação para a nova TV Câmara dentre outros.
“A Câmara Legislativa aos poucos está aprendendo a se comunicar direito com a sociedade. Vamos melhorar ainda mais com a chegada do jornalista Orlando Rangel, coordenador de comunicação, que irá de forma determinante e eficiente, melhorar a imagem pública da Casa”, ressaltou.

A única CPI, do feminicídio

A comissão parlamentar de inquérito (CPI) do feminicídio, instalada na Câmara Legislativa no dia 05 de novembro, teve (7/11). A única CPI em funcionamento, parecida com a da CPI da pedofilia que ao final os parlamentares destinaram recursos para algumas áreas com a finalidade de reduzir os índices de violência contra a mulher.
"Essa CPI veio com o intuito, apesar de terem vendido isso em alguns momentos diferentes, mas que veio com único e exclusivo intuito de melhorar os índices de feminicídio aqui na nossa cidade, que são muito ruins. Tenho certeza de que será positiva."

Postar um comentário

0 Comentários