BRB

VIDEO - O QUE A GLOBO NÃO DIVULGOU SOBRE A DECLARAÇÃO DE EDUARDO BOLSONARO SOBRE O "NOVO AI-5"

O que a Globo não divulgou sobre a declaração de Eduardo Bolsonaro sobre o “novo AI-5”

Durante uma entrevista gravada no dia 28 de outubro e publicada nesta quinta-feira (31) no canal da jornalista Leda Nagle, o deputado federal Eduardo Bolsonaro se baseou nos últimos acontecimentos e narrativas promovidas pela esquerda para desestabilizar governos de direita em países da América Latina.

Na ocasião, Eduardo comentou que se a esquerda brasileira se radicalizar a ponto de sequestrar aviões, executar militares e autoridades ou incitarem qualquer tipo de violência ou ato semelhante a terrorismo, o governo federal dará uma resposta via um novo AI-5 ou através de uma legislação aprovada pelos cidadãos através de um plebiscito.

Para variar, a esquerda entrou em xilique e, com o auxílio da mídia mainstream, já está distorcendo a fala do deputado Eduardo Bolsonaro e acusando-o de promover uma ruptura no sistema democrático brasileiro. Essa é mais uma mentira criada pela esquerda para enganar as pessoas menos esclarecidas.

Vejam bem, o deputado Eduardo Bolsonaro deixou claro que, se for necessário, o Governo Federal adotará medidas enérgicas (e legítimas) para combater atos radicais da esquerda que ameacem a Soberania Nacional e as liberdades individuais dos cidadãos de bem.
Lei nº 7.170, de 14 de dezembro 1983: define tipos de crime contra a Segurança NacionalArt. 20 – Devastar, saquear, extorquir, roubar, sequestrar, manter em cárcere privado, incendiar, depredar, provocar explosão, praticar atentado pessoal ou atos de terrorismo, por inconformismo político ou para obtenção de fundos destinados à manutenção de organizações políticas clandestinas ou subversivas. Pena: reclusão, de 3 a 10 anos.
Parágrafo único – Se do fato resulta lesão corporal grave, a pena aumenta-se até o dobro; se resulta morte, aumenta-se até o triplo.
A lei de Segurança Nacional citada acima existe para PUNIR atos praticados por criminosos. É natural que se a ameaça for grande, o presidente Jair Bolsonaro reagirá à altura para PREVENIR os problemas. Afinal, é dever do Presidente da República zelar pela segurança do Território e dos brasileiros.
Ao divulgar a fala do Eduardo e criar a narrativa de ameaça à democracia, os movimentos de esquerda e o grupo Globo demonstram que estão dispostos a fazer qualquer coisa para enganar o povo, destruir reputações e enfraquecer o governo que se esforça diariamente para reconstruir um país que foi destruído pelas ideias progressistas, que por sinal são defendidas por eles.

Postar um comentário

0 Comentários