O BRB VAI PAGAR R$100 MILHÕES EM DIVIDENDOS AO GDF NOS PRÓXIMOS DIAS PARA FINANCIAR OBRAS

Nosso modelo de negócio é um modelo de um Banco Completo


O BRB VAI PAGAR R$100 MILHÕES EM DIVIDENDOS AO GDF NOS PRÓXIMOS DIAS PARA FINANCIAR OBRAS.

Conforme a CF (Constituição Federal) de 1988 seria criado um Banco de Desenvolvimento na região Centro Oeste com o objetivo, mais que justo, de prosperidade da região central do Brasil, haja vista, que outras regiões possuem está modalidade de Instituição Financeira e o Distrito Federal e demais Estados da região sofrem com a ausência de um Banco.

Previsto em artigo do Ato das Disposições Constitucionais Provisórias (ADCT), da Constituição federal, o banco é um antigo pleito de parlamentares e governadores da região. Sua função será estimular projetos prioritários para o desenvolvimento da região, tendo como principal fonte de recursos as receitas do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO),

Paulo Henrique Costa , o PHC, começou uma entrevista cedida ao DFMobilidade e a outros blogs nesta sexta-feira (04) conclamando aos blogueiros presentes a escreverem sobre economia. O ex-vice presidente da Caixa Econômica Federal discorreu sobre a necessidade de uma relação de confiança entre o BRB e seus clientes e potenciais clientes e  destacou que não há espaço para as mazelas e timidez do passado recente.

"Neste conceito de Banco Plataforma você tem que ser um Banco completo."

PRIVATIZAÇÃO

"Não será" garantiu Ibaneis Rocha(MDB) ao convocar no fim de janeiro/19, PHC tem a  missão de: "Faça o Banco crescer"; enfatizou o gestor, além de realizar concurso público para todas as áreas do Banco o que sinaliza para uma estrutura de crescimento.
O BRB, dará ao Governo do Distrito Federal o suporte de Instituição Financeira para a realização dos processos de Desestatização da CEB, CAESB e Metrô.

PJ X PF = BDCO (Banco de Desenvolvimento do Centro Oeste)

O Banco de Brasília tem em seu poder a folha de pagamento dos servidores do GDF, seu maior ativo,  entretanto o crescimento passa por uma estratégia de relacionamentos com as Pessoas Jurídicas (PJ).
A quantidade de produtos, não só atrai novos clientes, mas faz com que aqueles que um dia saíram, por alguma razão, retornem. E o BRB pretende reter estes clientes focalizando na sustentabilidade de um Banco completo.

MOBILE PJ 

Graças à ousadia da nova gestão o empresário tem um novo Banknet lançado recentemente e com um mês e meio desde o laçamento já foram conquistadas mais de 20 mil contas o que alavanca novas perspectivas. Ao falar nestas possibilidades o presidente denota empolgação e sobe o tom.
"Em outubro ainda, agente solta o Mobile PJ" 
"Você conquista o empresário e ele trás a folha de pagamento"
"O nível de acompanhamento é no nível de serviço"
Se a gente puder resumir o que se espera do BRB, qual é a missão desses quatro anos: é construir a perenidade, ou seja, é transformar o BRB numa instituição capaz de competir.


CRÉDITO IMOBILIÁRIO SEM BUROCRACIA

Deverá ser lançado já em novembro o Crédito Imobiliário desburocratizado para o servidor que for contratar uma operação de crédito imobiliário de construtora conveniada ele não precisa fornecer nenhum documento eliminando os calhamaços de papéis antes necessários para assinatura da proposta de compra e venda.

A parceria realizada com a construtora desobriga o servidor de encaminhar os documentos ficando a responsabilidade a cargo da empresa. 

A meta do Banco é que os contratos habitacionais não ultrapasse mais de cinco dias úteis. Com relação às taxas de juros o presidente Paulo Henrique insinuou que   aguardemos  15 dias para compararmos as taxas aos demais bancos. A competitividade do BRB já demonstra uma agressividade quando nesta modalidade de crédito chega aos 7,5%. 

BILHETAGEM ELETRÔNICA

Com a extinção do DFTRANS o Banco de Brasília assumiu o Sistema de Bilhetagem e no dia 04 de novembro começam os testes.

BANCO TÍMIDO

O presidente não destrinchou a enorme margem de crescimento e lucro que o Banco de Brasília poderá atingir no curto e médio prazos transformando o BRB no Banco de Desenvolvimento do Centro Oeste, mas sinalizou para os vários caminhos estratégicos com vistas a prospectar um mercado em expansão, o de investimento.
"Nós éramos um Banco de Desenvolvimento, mas não tínhamos recursos do BNDES, não tínhamos recursos do FCO, não tinha nenhum produto de investimento."
"A própria carteira de habitação do Banco é uma carteira pequena."


UM BANCO AGRESSIVO

O portfólio de produtos completos proporciona à Instituição uma possibilidade de crescimento com sustentabilidade dando aos atuais gestores credibilidade, força e confiança em seus projetos. 
"A estratégia da nacionalização da atuação digital já começou a acontecer." 


Leia mais:
ESTAMOS CONSTRUÍNDO UM NOVO BANCO
BRB LANÇA VISA INFINITE COM VÁRIOS BENEFÍCIOS AOS BRASILIENSES
BRB REFORMULA MODELO LOGISTÍCO E ECONOMIZA R$12 MILHÕES


Postar um comentário

0 Comentários