JANOT SE LINCECIA DA ADVOCACIA EM MANOBRA PARA NÃO TER A CARTEIRA DA OAB CASSADA


Ex-PGR prefere esperar afastado da Ordem o resultado das representações contra ele

O ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot pediu nesta quarta-feira (9) licença da advocacia à Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB-DF).

Agora o pedido será analisado pela Comissão de Seleção da Ordem, e o Tribunal de ética e Disciplina, vai analisar se aprovação da licença irá influenciar nos pedidos de afastamento provisório “e nos processos éticos instaurados”.

Com isso, Janot evita a cassação da carteira da OAB. No seu pedido, Rodrigo Janot fala sobre as representações contra ele, e afirmou que prefere ficar afastado até o resultado final do julgamento das ações. Com isso, afirma que deseja evitar “constrangimentos para a entidade”.

Na última sexta-feira (4), o governador do Distrito Federal, e membro do Conselho Federal da OAB, Ibaneis Rocha pediu a imediata apreensão e posterior cassação de sua carteira de advogado.

Ibaneis está licenciado da advocacia em razão do cargo de chefe do executivo do DF, por isso representou como cidadão. O pedido de Ibaneis tem como base as revelações do livro do ex-PGR que afirmou ter entrado no Supremo Tribunal Federal (STF) armado, com o intuito de matar o ministro Gilmar Mendes.

Postar um comentário

0 Comentários