UMA DAS PRIORIDADES DE PAULO HENRIQUE COSTA É A CONSTRUÇÃO CIVIL


foto: SINDUSCON

Com o objetivo de conhecer novas propostas do BRB, bem como apresentar demandas do setor, o Sinduscon-DF recebeu o presidente do banco, Paulo Henrique Costa, em reunião organizada em conjunto com a Ademi-DF e Asbraco, no auditório do sindicato.

O presidente do Sinduscon-DF, Dionyzio Klavdianos, deu início ao evento, destacando o dinamismo de Paulo Henrique, que, segundo ele, tem colocado energia no compromisso que assumiu com a cidade. “Desde nosso primeiro encontro, em abril, muita coisa andou, mas ainda há empresas que precisam resolver demandas junto ao banco”, destacou. 

Para atender a estas empresas, Klavdianos sugeriu a criação de um “gabinete de crise”, para que as questões sejam apresentadas e resolvidas. Na oportunidade, entregou documento com pendências de algumas empresas associadas, para que o BRB possa dar prosseguimento.

Com a palavra, o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, destacou que a construção civil é uma prioridade para o banco, “principalmente pelo impacto social que provoca, pela extensa cadeia produtiva e a necessidade que temos de estimular a economia, gerando emprego e renda”. Para ele, quando se analisa pelo lado bancário, é um segmento que traz oportunidades de negócios

Paulo Henrique explicou que, nestes primeiros meses à frente da instituição financeira, buscou entender as demandas e dar um choque de gestão, procurando direcionar a atuação para tornar o BRB um banco de fomento, mais próximo do setor produtivo. “Entendemos que os produtos oferecidos pelo banco público devam causar, também, impacto social e protagonismo no desenvolvimento da região”, ressaltou.

Na oportunidade, o presidente do BRB, Paulo Henrique, apresentou alguns benefícios do banco, específicos para o setor da construção civil. Por exemplo, no Plano Empresário, os associados ao Sinduscon-DF, Ademi-DF ou Asbraco terão uma taxa especial.

Na avaliação do presidente da Asbraco, Afonso Assad, o trabalho do BRB tem melhorado muito. “Temos sentido o fortalecimento das agências, que, agora, compreendem mais os anseios do empresário”, destacou, sugerindo um encontro específico para debater sobre a área pública.

Para Eduardo Aroeira, presidente da Ademi-DF, o BRB é referência como banco da Pessoa Jurídica. “É o que trabalha melhor neste sentido, mas percebi que há esforço para se tornar o banco da Pessoa Física também”, elogiou. 

O presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, pontuou que, encontros como estes, são importantes e devem ser feitos com periodicidade, ao menos trimestral, para se ter número e discussão sobre desempenho. “À medida que a gente conhece melhor a realidade econômica e a realidade das empresas, fica mais fácil empreender ações de incentivo”, reforçou.

Cerca de 70 pessoas prestigiaram o evento, que contou com a presença do presidente do Codese-DF, Paulo Muniz; da presidente do Crea-DF, Fátima Có; do presidente do Sticombe, Raimundo Salvador; do presidente do Seconci-DF, Marcelo Guimarães; além de diretores da casa, associados e empresários do setor.


Assessoria de Comunicação Social do Sinduscon-DF

Postar um comentário

0 Comentários