BOLSONARO ASSINA MEDIDA PROVISÓRIA QUE QUEBRA MONOPÓLIO DA UNE NA CONFECÇÃO DAS CARTEIRINHAS ESTUDANTIS

FOTO:INTERNET

MP CRIA A ID ESTUDANTIL

Medida provisória que cria carteirinha digital e gratuita à estudantes do ensino fundamental, médio e superior foi assinada pelo presidente Bolsonaro nesta sexta-feira (6). O presidente comemorou novo modelo que retira o monopólio de entidades estudantis – UNE e UBES – que eram responsáveis, até o momento, pela emissão do documento mediante pagamento de uma taxa no valor de R$ 35, além do frete. Segundo o G1, esse serviço é uma das principais fontes de renda das entidades estudantis – União Nacional dos Estudantes (UNE) e União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES). Sobre isso, o chefe do executivo afirmou: “Eu não sei quantos têm carteira no Brasil, vou chutar aqui uns 20 milhões. Se botarem ai R$20, vai dar quanto? R$ 400 milhões. Talvez seja um pouco menos, que seja R$ 100 milhões. São R$ 100 milhões que deixam de sair do bolso de quem trabalha, para ir para o bolsa de quem não estuda, nem trabalha”.

Bolsonaro ainda afirmou que o modelo vigente colabora com a defesa do socialismo:
 “Essa lei de hoje, apesar de ser uma bomba, vem do coração. E vai evitar que certas pessoas, em nossas universidades, promovam o socialismo. Socialismo esse que não deu certo em lugar nenhum do mundo, e devemos nos afastar deles”
declarou o mandatário e acrescentou que medida conquista “liberdade estudantil”.

O novo modelo chamado “ID Estudantil” será liberado para estudante do ensino superior em até 90 dias e para o ensino fundamental e médio, devido a alta demanda, em até 120 dias. Documento dará os mesmos benefícios ao usuário que o modelo tradicional, permitindo o pagamento de meia entrada em shows, teatro, cinema e eventos culturais.

Postar um comentário

0 Comentários