PARALISAÇÃO ORGANIZADA POR SINDICATOS TERÁ ESQUEMA ESPECIAL DE TRÂNSITO NA ÁREA CENTRAL DE BRASÍLIA

FOTO:INTERNET


Esplanada dos Ministérios deverá receber integrantes de movimentos sociais nesta terça (13) e quarta-feira (14) 


Duas manifestações estão previstas para esta semana na área central da Capital Federal. Para garantir a segurança de quem vai protestar e dar melhor fuidez ao trânsito, foi montado um esquema especial de trânsito pelo Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). As manifestações serão monitoradas em tempo real pelas câmeras que ficam na área central. As imagens são enviadas para o Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob), da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF).

A concentração para a 1ª Marcha das Mulheres Indígenas está prevista para 8h desta terça-feira (13), no gramado entre a Funarte e o Clube do Choro, local destinado para as participantes. A previsão é que as manifestantes sigam pela S1 do acampamento até a Alameda das Bandeiras, a partir das 9h. As três faixas do Eixo Monumental, próximas ao canteiro central, estarão bloqueadas para o trânsito de veículos, e serão gradativamente desbloqueadas após a passagem das mulheres.

As índias farão um ato em frente ao Congresso Nacional. A previsão de retorno ao acampamento é às 12h. A partir deste horário, as três faixas da via N1, próximas ao canteiro central, entre a Alameda das Bandeiras e a Funarte, estarão bloqueadas para veículos. As pistas também serão desbloqueadas após a passagem das manifestantes.

Na quarta-feira (14), a concentração da Marcha das Margaridas será no Pavilhão do Parque da Cidade, local destinado para o acampamento das participantes, às 8h. O grupo seguirá por dentro do Parque até o Eixo Monumental, onde ocuparão até quatro faixas próximas ao canteiro central.

Antes de ocuparem as pistas, em que seguirão até a Alameda das Bandeiras, em frente ao Congresso Nacional, elas atravessarão o Eixo Monumental. Neste momento, todas as seis faixas da via N1 estarão bloqueadas e o trânsito será desviado para o Setor de Indústrias Gráficas (SIG).

O subcomandante do Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), da PMDF, tenente coronel Edvã Sousa, orienta os motoristas a evitarem a área no início da manhã. “Os motoristas que puderem, deem preferência a rotas alternativas, principalmente no início da manhã. Uma opção para aqueles que acessam a área central pela Estrutural é utilizarem a pista em frente ao Noroeste e depois seguirem pelos Eixo Rodoviário ou W3 Norte. Uma outra alternativa é utilizar a EPTG”.

Entre 12h e 13h, o grupo começará o deslocamento para o estacionamento do Teatro Nacional, para o embarque nos ônibus que estarão no local. O bloqueio parcial, de até quatro faixas da via N1, próximas ao canteiro central, ocorrerá da Alameda das Bandeiras até o Teatro Nacional. No momento da travessia dos manifestantes para o estacionamento do teatro, todas as vias serão interditadas e o trânsito transferido para a via L2 Norte. A via será liberada em seguida.

O planejamento foi pensado com o objetivo de diminuir os impactos no trânsito para a população. “A preocupação da PMDF é fazer com que a população tenha o menor impacto no trânsito possível”, explicou Edvã.

Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

Postar um comentário

0 Comentários