DF: AUMENTA NÚMERO DE MOTORISTAS MULTADOS SEM CADEIRINHAS PARA CRIANÇAS

FOTO:DIVULGAÇÃO

No primeiro semestre de 2019, 2.056 condutores foram autuados. Crescimento de casos coincide com proposta de Bolsonaro para fim da exigência

Aumentou o número de motoristas flagrados nas ruas do Distrito Federal sem a cadeirinha para o transporte de bebês e crianças. Segundo o Departamento de Trânsito (Detran-DF), de janeiro a junho, 2.056 condutores foram multados. No mesmo período de 2018, foram 1.584 situações similares. O crescimento do descaso com a segurança dos filhos coincide com a possibilidade da extinção da multa. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) apresentou ao Congresso Nacional um projeto de lei para substituir a penalidade por uma advertência.
Do ponto de vista estatístico, os agentes de fiscalização do DF multaram 11 motoristas por dia. Na comparação entre os semestres, o número total de pessoas pegas sem o item de segurança teve um aumento de 472 casos. Percentualmente, foi um crescimento de 29%. Entre janeiro e junho de 2017, houve 2.063 autuações.
De acordo com o artigo 168 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a infração é gravíssima. O condutor perde 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e recebe multa de R$ 293,47. Agentes de trânsito podem reter o veículo até que a irregularidade seja sanada.
Fonte: Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários