2 MESES DE GREVE E JUSTIÇA PRORROGA ACORDO COLETIVO DO METRÔ-DF

A greve de servidores do Metrô do Distrito Federal completa dois meses nesta segunda-feira (1º).

DF MOBILIDADE

O Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10) determinou que a Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) mantenha o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) com os trabalhadores da categoria, que estão em greve desde 2 de maio. A decisão atende solicitação do Sindicato dos Metroviários (SindMetrô).  


De acordo com a decisão, deferida nesse sábado (29/6), a preocupação dos metroviários era de deixar de receber benefícios garantidos pelo ACT, como auxílio alimentação e plano de saúde. A Justiça determinou que o acordo seja mantido até que o dissídio coletivo seja julgado, ainda sem data marcada. Caso o Metrô descumpra a medida, pagará multa diária de R$ 5 mil por funcionário prejudicado.

Confira os horários considerados de pico:

Segunda a sexta, das 6h às 8h45 e das 16h45 às 19h30: 18 trens
Sábado: das 6h às 9h45 e das 17h às 19h15: quatro ou cinco trens
Domingo: das 7h às 19h: três trens

Postar um comentário

0 Comentários