BISPO RENATO PODE DEIXAR O PR NOS PRÓXIMOS DIAS



Duas vezes deputado distrital e ex-secretário do Trabalho da gestão Agnelo Queiroz, Bispo Renato (PR) não conseguiu se reeleger ano passado para a Câmara Legislativa do DF. Em compensação, foi nomeado secretário de Relações Parlamentares pelo governador Ibaneis Rocha (MDB), a quem apoiou durante a campanha.

O secretário se diz vítima  do atual sistema eleitoral, e reclamando dos ataques sofrido no período pré-leitoral, apontou para deputados eleitos  com menos votos que ele. Fato corroborado pela legenda que não facilitou a sua eleição. De certa forma o republicano se demonstrou frustrado com o partido e foi enfático ao sinalizar sua  saída nos próximos dias.

Andrade tem como opção a legenda do governador, ou seja, o MDB que fortalece suas raízes na capital podendo proporcionar ao governador uma base ainda mais para sua pretensão presidencial.  

O Partido da República pertence ao ex-governador José Roberto Arruda.

Bispo Renato despacha da Câmara, local de intensa articulação política para aprovar os projetos do governo. 
“O governador não cede ao toma lá dá cá. O fisiologismo político acabou”
, garante o secretário.

Sobre a base de apoio ao governo na Casa, o bispo foi enfático:
 “Trabalhamos com um número de 12 aliados. Não deve passar disso”.

A Secretaria de Relações Parlamentares foi anunciada no dia 21/12/2018 pela equipe de transição do novo governo. O papel do chefe da pasta é cuidar da articulação política do Buriti com a CLDF, responsável por elaborar, aprovar e vetar projetos de lei.

Postar um comentário

0 Comentários