DEPUTADO REGINALDO SARDINHA PROTOCOLA PL QUE PROÍBE FOGOS DE ARTIFICIO

Deputado Reginaldo Sardinha protocola projeto que proíbe fogos como medida protetiva.    

DFMOBILIDADE


 O Deputado Distrital Reginaldo Sardinha (AVANTE), empossado no último dia 1º de janeiro, protocolou o primeiro Projeto de Lei (PL) de seu mandato. O documento sugere a proibição do manuseio, utilização, queima e a soltura de fogos ou qualquer artifício pirotécnico que produza barulhos sonoros no âmbito do Distrito Federal. Com a leitura prevista para a primeira Sessão Ordinária do ano, marcada para o dia primeiro de fevereiro, o texto inclui multa para quem descumprir. 
A medida, em vigor em outras cidades do Brasil, como São Paulo, Goiânia e Londrina, tem sido essencial para proteção e saúde dos animais domésticos e toda sociedade. 
Para o parlamentar autor do PL, Reginaldo Sardinha, a prioridade do projeto é garantir que ninguém sofra com o desgaste sonoro dos artifícios.
“A ideia não é a de extinguir o aparato de beleza visual. Só garantir que seja moderado o barulho emitido por estes”, ponderou o distrital. 
Na justificativa, a proposição apresenta o respaldo da sociedade, entidades protetoras de animais e outros. De acordo com os especialistas, os ruídos de alto volume sonoro provocam danos, muitas vezes irreparáveis aos animais. 
O som ensurdecedor e o brilho intenso emitidos por shows pirotécnicos são fonte de perturbação para muitos animais domésticos e silvestres. Além da possibilidade de desencadear problemas neurológicos e cardíacos. O medo e o estresse podem causar danos irreparáveis.
Para quem insistir em propagar o som ensurdecedor dos fogos, o PL prevê como punição uma multa no valor de R$ 2.500. Caso o infrator seja reincidente, a penalidade terá valor duplicado.

Postar um comentário

0 Comentários