QUEM SUSTENTA O PASSE LIVRE NO DF ?

DFMOBILIDADE

Quando se fala em gratuidade do transporte coletivo uma pergunta vem logo em seguida: Quem paga o benefício repassado pelo governo as empresas de ônibus? A resposta, no caso do Distrito Federal, são os mais de 50% dos 600 mil passageiros que usam o transporte público diariamente.

No meio desse universo de pessoas estão os trabalhadores que vivem no mercado informal por causa do desemprego e que são obrigados a bancar com os custos embutidos na cara tarifa cobrada ao passar pela catraca.

“Uma cobrança injusta”, assinalou o governador Ibaneis ao defender uma rediscussão do passe-livre, subsídio que em 2018 chegou a R$ 300 milhões por causa do uso indevido do benefício.

O cartão que estava nas mãos de pessoas que não tem esse direito gerou um prejuízo aos cofres públicos em torno de R$47 milhões.

O argumento do governador para rever a lei do passe-livre se baseia no fato de que a conta paga pelo benefício vai parar diretamente no bolso do passageiro, pagante ou não.

Ele espera que o projeto seja amplamente debatido pelos deputados por julgar que por trás de toda gratuidade há uma injustiça social.

O projeto que ainda não foi para a pauta da CLDF, já provoca a ira da oposição ao governo.

“Aqui esse projeto não passa”, avisou o distrital petista Chico Vigilante  que usa carro particular  abastecido com  dinheiro público.

A proposta também passa a ser discutida por grande parte dos usuários de ônibus no DF que condena a venda ou doações dos cartões do passe livre para quem não tem direito ao benefício.

A gratuidade incide no custo da tarifa de ônibus – isto é, aqueles que pagam a passagem inteira custeiam toda passagem  grátis.

O DFTRANS  bloqueou  25 mil cartões pelo sistema de biometria facial e que esse número pode aumentar ainda mais com a retomada do ano letivo.

A medida adotada pela autarquia visa aumentar o controle sobre os gastos e assegurar o gozo destes benefícios por parte dos usuários que realmente têm o direito.

O projeto não está inserindo qualquer tipo de discussão sobre a gratuidade das 30 mil pessoas portadoras de deficiência  que usam o transporte público.












Fonte: RADAR DF
COMPARTILHAR:

+1

0 Response to "QUEM SUSTENTA O PASSE LIVRE NO DF ?"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial