MOBILIDADE É COISA SÉRIA -EDITORIAL

FOTO: INTERNET-DFMOBILIDADE

Com quase trinta dias de greve os metroviários lutam bravamente contra, o governo que não cumpre a determinação da justiça e contra uma mídia paga pelos cofres públicos para denegrir a imagem de pais de famíia que labutam e sustentam na raça o sistema metroviário do Distrito Federal.

Com setenta e quatro dias de greve de 2016 e mais vinte e sete dias de 2017  o atual presidente, Marcelo Dourado bate todos os recordes de ingerência diante da empresa mais importante de transportes público da capital. Não conseguiu viabilizar a expansão de atendimento ou tirar do papel (edital) as estações que contemplariam uma população muito carente de Ceilândia e Samambaia, ou quem sabe, construir algo mais fácil:  uma estação no Plano Piloto que já se encontram semi acabadas. O atual presidente e amigo do governador arrecada com publicidade, mas deixa os trilhos sem manutenção por anos, levando a segurança dos usuários a um risco, que se calculado, torna-se perigoso pela natureza do sistema.


Perguntinha básica: Por quê o GDF insiste na manutenção de alguém que notadamente não obteve sucesso em sua gestão? Na MOBILIDADE, não basta criar Estação  alimentada por energia solar se falta coletes balísticos para seus seguranças. Não adianta vender publicidade e "adesivar" os trens se não tem "Rádio" de comunicação que funcione para a operação. Perder milhões da Caixa Econômica em empréstimos é luxo para quem se diz paladino da austeridade econômica.

Enquanto isso, Marcelo Dourado continua criando desgastes para o governador Rodrigo Rollemberg não resolvendo os problemas de recursos humanos da Companhia e irritando a população brasiliense. 
COMPARTILHAR:

+1

0 Response to "MOBILIDADE É COISA SÉRIA -EDITORIAL"

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial