METRÔ DF LANÇA EDITAL NO FIM DE GOVERNO E DEIXA O PROBLEMA PARA O PRÓXIMO

foto:INTERNET -dfmobillidade
Com pouco mais de um ano para o fim do atual governo a Companhia do Metropolitano do DF não construiu nenhuma estação e mudou os serviços, para pior. E como não tem notícia boa inventa, mais um edital.


A Companhia Metropolitana do Distrito Federal tornou pública, na manhã desta terça-feira (29/8), a realização da licitação para a conclusão das obras da estação 106 Sul, passagem para pedestres (sob os eixos W, L e rodoviário) e acessos em superfície do Metrô-DF. A decisão foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal desta manhã.
 

A contratação tem valor estimado de R$ 21,282 milhões, e o pagamento será efetuado conforme cronograma físico-financeiro. O prazo de vigência é de 18 meses a partir da assinatura do contrato. A sessão pública para recebimento da documentação e propostas deve ocorrer até 28 de setembro deste ano. 

Segundo a diretora técnica do Metrô, Daniela Diniz, a estação 106 sul conta, apenas, com o acabamento da obra original finalizada em 1994. As intervenções irão envolver a instalação de equipamentos eletrônicos, bem como a pavimentação das passagens que ligam o eixo W e o L. Daniela ressalta, ainda, que o motivo pela demora das obras na estação devem-se à mudanças governamentais. “Primeiro tivemos problemas com as trocas de governo e depois a descontinuidade de recursos para o andamento dos trabalhos”, contou. 

O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, que esteve na manhã de hoje na estação 106 sul, mencionou que todos os projetos para restauração de estações em outros pontos do Distrito Federal estão prontos no Ministério da Cidades e na Caixa Econômica Federal. “Se o governo nos der uma sinalização de recursos, pois sabemos da dificuldade de recursos no Governo Federal, nós temos condições de lançar os editais tanto para a expansão do Metrô para Samambaia, Ceilândia e, inclusive, Asa Norte". 

Além disso, o governador disse que o edital de licitação para a conclusão das obras na estação 106 sul contém uma cláusula de integridade onde a empresa que estará encarregada pelos trabalhos na 106, bem como desenvolver processos internos de combate à corrupção. “É mais um exemplo de inovação”, concluiu. 

COMPARTILHAR:

+1

2 Responses to "METRÔ DF LANÇA EDITAL NO FIM DE GOVERNO E DEIXA O PROBLEMA PARA O PRÓXIMO"

  1. Enquanto os concursados aguardam desde 2014 a nomeação que esta sendo postergada para beneficio de empresas de segurança terceirizada que usurpam às funções dos "Agentes de Segurança Metroviário" burlando e descumprindo a lei Federal; 6.149/74, que regulamenta o poder de polícia no âmbito das estações metroviárias. Tudo isso para alguns poucos empresário lucrarem com licitações superfaturadas e aditivos milionários, pois os vigilantes que ali não deveriam estar são infinitamente mais caros aos cofres públicos. Em contra partida pessoas que deram as vidas para passar no concurso veem seus direitos serem usurpados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Ednei infelizmente, Brasília não está sendo bem administrada e o papel do DFMobilidade é informar. Agradeço pelo acesso.

      Excluir

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial