JOVEM QUE ATROPELOU E MATOU CICLISTA ESTAVA ALCOOLIZADA E FICARÁ PRESA



DF MOBILIDADE
A motorista Mônica Karina Cajado Lopes, 20 anos, ficará presa por ter atropelado e matado o ciclista Edson Antonelli, 61, na QI 7 do Lago Norte, na manhã deste domingo (23/4). Ela vai responder pelo crime de homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e embriaguez ao volante.

Depois de passar a noite em uma festa na Torre Digital, a garota pegou o carro e atropelou a vítima. O teste do bafômetro feito por agentes do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) detectou que ela dirigia com 0,865 miligrama de álcool por litro de ar expelido — muito além do 0,3 miligrama já considerado crime.

Levada para a 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), ela contou aos policiais civis ter saído da festa Surreal e pego um Uber até a QI 12 do Lago Norte, onde havia deixado o veículo. Pegou o carro e, segundo relatou aos agentes, dirigia a 70 quilômetros por hora quando, “acreditando que tenha dormido”, escutou a pancada e percebeu o acidente.



Mônica Karina disse ainda que tentou socorrer a vítima e pediu ajuda a pessoas que passavam pelo local, mas o ciclista, apesar das tentativas de reanimação feitas pelos socorristas, não resistiu aos ferimentos. O caso foi registrado como embriaguez ao volante.

Fonte: Metrópoles. 

COMPARTILHAR:

+1

0 Response to "JOVEM QUE ATROPELOU E MATOU CICLISTA ESTAVA ALCOOLIZADA E FICARÁ PRESA "

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial